Aprenda sobre a Bíblia

Início » Artigos, estudos e dicas » Papel, caneta e disposição

Papel, caneta e disposição

Por Diego Nascimento*

Desde a minha infância recebo, na semana que antecede o meu aniversário, uma carinhosa carta escrita por minha avó materna. Aos 84 anos de idade ela mantém essa prática tão rara, mas de enorme prestígio. Não há o que pague aquele momento de encontrar a tradicional cartinha na caixa de correspondências. Tenho primos espalhados por vários lugares e minha avó Josefina faz questão de realizar o envio para todos, respeitando as datas e cuidando para que cada manifestação de carinho chegue a tempo da comemoração.

A Bíblia é repleta de epístolas. O apóstolo Paulo é um dos maiores exemplos de homens de Deus que fizeram uso do envio de correspondências para praticar o evangelismo e a exortação. Era uma ferramenta muito prática, principalmente quando ele estava no cárcere amarrado a correntes e convivendo com ratos e baratas simplesmente por ter manifestado seu amor por Cristo. Em Filipenses, capítulo 1, Paulo descreve sobre a importância em fazer a diferença mesmo em meio à perseguição. No versículo 14 lemos: “E a maioria dos irmãos, motivados no Senhor pela minha prisão, estão anunciando a Palavra com maior determinação e destemor.”

Certamente a perseverança faz parte da jornada daquele que evangeliza. Você, eu, nós … precisamos adotar uma postura de aproveitar as oportunidades para propagar o Evangelho para quem está perto e para quem está longe. No momento em que a comunicação verbal não for possível, sugiro que busque alternativas para deixar um recado, uma mensagem ou mesmo um alerta. Embora eu faça uso de diferentes redes sociais e aplicativos para o envio de textos não abro mão de separar um tempo para o papel e a caneta. É possível falar de Jesus à moda antiga. No livro do profeta Isaías, capítulo 6, verso 8 encontramos: “Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós?” E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me!” De que forma temos atendido a esse chamado?

Enquanto minha avó continua a preparar as cartas, há quem permaneça congelado em atitudes de interação com as pessoas à volta. Trocam o diálogo com filhos e amigos por horas na frente da TV ou da internet. O que dizer das Sagradas Escrituras? Encerro sugerindo a reflexão sobre a carta de Paulo aos Romanos, capítulo 1, verso 16: “Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê …” 

Vamos começar a escrever?

  • Diego Nascimento é presbítero da I Igreja Presbiteriana de Lavras (MG)

Anúncios
março 2017
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
%d blogueiros gostam disto: