Aprenda sobre a Bíblia

Início » Artigos, estudos e dicas » Oração para iluminação e conhecimento – Parte 1

Oração para iluminação e conhecimento – Parte 1

Olá leitores,

É com satisfação que publicamos o texto “Oração para iluminação e conhecimento – Parte 1″, preparado por Douglas Mendonça, professor da classe Administrando Vidas

Boa leitura!

Texto base: Ef 1.15-23

            Em algum momento você já parou para se perguntar o porquê você ora? Somos ensinados desde pequenos a orar e por muitas vezes criamos esse hábito. Porém, hoje iremos buscar a resposta para essa pergunta. Porque eu devo orar?

            No texto base de hoje temos uma breve oração de Paulo, suas orações muitas vezes são o ponto culminante de suas epístolas. Na leitura de hoje temos uma breve oração, mas profunda, riquíssima em conteúdo e doutrina bíblica.

            Paulo estava escrevendo uma carta e se deteve para orar. O que o motivou a fazer isso? O apostolo havia fundado a igreja em Éfeso e ficou lá durante dois anos como seu pastor, porém estudiosos acreditam que na data em que ele estava escrevendo essa carta para a igreja, já haviam se passado cinco anos da última vez em que ele esteve na presença deles. E Paulo de alguma forma obteve informações sobre o que estava acontecendo com os efésios que o fez se alegrar diante de Deus. O louvor e petição, ações de graças e súplicas (Ef 1.16-19) são a tônica nesta oração que nos ajudará a manter o equilíbrio espiritual.

            Quantas vezes, nós nos lembramos de orar a Deus simplesmente para agradecer por tudo o que Ele tem feito em nossas vidas? Agradecer por ter dado Seu filho como pagamento pelo nosso pecado, ou pela salvação que nos é dada em Cristo através da graça. Nós na maioria das vezes oramos a Deus para pedir, sempre nos lembramos Dele nos momentos de necessidade, mas nunca nos lembramos de agradecer o que já temos ou o que Ele fez e tem feito em nossas vidas.

            Paulo nos ensina que a gratidão a Deus deve ser constante em nossas vidas e em nossas orações. Ele inicia a sua oração (Ef 1.15) agradecendo porque tinha ouvido que a fé continuava presente na igreja, fé essa que o apostolo menciona em (Ef 1.13), e por esse motivo Paulo não cessava de dar graças. Nós devemos dar graças porque a fé está presente em nossos corações, devemos agradecer sempre o fato de mesmo diante de todas as provações que passamos pela vida, nossos olhos ainda continuam firmes no Senhor, pois essa é uma ordem bíblica para todos os crentes conforme está escrito em Hebreus 12.2: “Olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus”.

“Eu oro porque eu não posso me ajudar. Eu oro porque sou impotente. A oração não muda Deus, ela me muda”. C.S. Lewis.

 

Anúncios
julho 2014
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
%d blogueiros gostam disto: